domingo, 13 de abril de 2014

'The Evil Within',decepciona na primeiras impressões



A primeira demo mostra o protagonista se movendo sobre um mundo maciçamente alterado que os jogadores viram no final do trailer da E3. Ruas mudam e movem-se. As coisas se acalmam quando o personagem vai para uma área fechada onde ele encontra um grupo de zumbis e os destrói com folga com uma boa variedade de armas que vai de uma shotgun até uma besta com flechas explosivas. Não que haja algo errado em matar zumbis, mas as cenas do jogo nos trailers anteriores emitiam uma vibração completamente diferente, sem muito tiro e com uma ênfase maior na fragilidade e nos sustos. 

A oportunidade da segunda demonstração de resgatar a primeira é jogada fora. Ao longo de uma rede de áreas subterrâneas, matando monstros continuamente. Embora assustador, os encontros perdem seu brilho rapidamente com a vasta gama de armas que o jogador consegue. As demonstrações colocaram um grande foco em armas poderosas, muito longe da experiência de terror vista nos trailers. 

Dito isto, durante as demos eu notei o que parecia ser um sistema de crafting bastante interessante que permitia ao jogador criar munição para se adequar à situação em que estava, um recurso que não foi ainda totalmente revelado.

fonte:gamevicio